Contos e parábolas

Para um bom recomeço – Novo ciclo anual de leitura da Torá

Em 02/10, será Shabat Mevarechim, o Shabat que precede um novo mês segundo o calendário judaico. É também a data que iniciamos o ciclo anual de leitura da Torá. Voltaremos ao Gênesis (Bereshit) e, a partir daí, buscaremos mais uma vez entender, à luz dos ensinamentos da Torá, por que as coisas são como são.

Um dos segredos para aproveitar bem essa nova oportunidade é iniciar o estudo sistemático de uma obra que não conhecíamos e que nos propiciará conhecer mais uma das “70 facetas da Torá” – uma expressão cunhada pelo Talmud para explicar as ricas e multifacetadas formas de abordar e compreender as mensagens da Bíblia Hebraica.

Nesse ano, a grande novidade é a Torá Interpretada3888 páginas (5 volumes), recentemente lançada pela Editora Sêfer, que traz os inspiradores e desafiantes comentários do Rabino Sanson Raphael Hirsch

Torá Interpretada

 

Sim, desafiantes, pois requerem algum conhecimento prévio e são bem mais extensos que os também ricos e pontualíssimos comentários da Torá – A Lei de Moisésde Meir Matzliah Melamed, 1408 páginas, um dos bestsellers da Editora Sêfer. Mas tenho certeza que os leitores se surpreenderão com essa nova obra, resultado de intensivos quatro anos de trabalho de uma equipe de especialistas e amantes da Torá, que se debruçou sobre o trabalho de um dos maiores gênios do judaísmo de todos os tempos e lograram trazer para o português a essência de sua larga sabedoria, tanto como tradutor perfeccionista quanto como mestre e exegeta da Escritura.

Torá A Lei de Moisés

De cara, na primeira porção – Bereshit –, os leitores encontrarão, por exemplo, uma explicação tão revolucionária sobre o versículo 6:2 – aquele dos tais “benê haelohim” (“filhos de Deus” ou “filhos dos senhores”) “que tomaram/escolheram para si mulheres” – que lhes fará cair o queixo e se perguntar: Mas como não entendi/aprendi isso antes?

A explicação dele para a duplicidade “querubins” e “lâmina flamejante” que guardavam o caminho da árvore da vida (3:24) é impressionante e inspiradora, e a tradução do 4:7 sobre o pecado de Caim e toda a análise psicológica desse relato deixará os leitores de boca aberta. E essas são apenas algumas das muitas surpresas que aguardam os leitores.

Decifrando a Criação 1 e 2

 

E já que estamos falando de Bereshit, não posso deixar de mencionar e recomendar os não menos surpreendentes e didáticos Decifrando a Criaçãode Yosef Bitton, 430 páginas (dois volumes) – o primeiro, que analisa os versículos 1:1-3, e o segundo, sobre 1:20-22 – do contemporâneo e genial Rabino Yosef Bitton. Quem ler os comentários dos clientes sobre eles no site perceberá que se trata de algo muito especial e que vale a pena conferir.

Reflexões Sobre a Torá          Torá Hoje

Para finalizar, menciono outras 4 obras da casa que merecem a atenção: o já consagrado Reflexões sobre a Toráde Moshe Grylak, 304 páginas, com suas profundas e estimulantes lições sobre a Torá; o conciso e moderno Torá Hojede Pinchas H. Peli, 252 páginas; o didático e contemporâneo Ecos do Sinaide Berel Wein, 261 páginas, que voltou recentemente às prateleiras da Sêfer para que mais leitores possam desfrutar de suas deliciosas mensagens; e o clássico e imperdível Figuras da Bíbliado rabino Adin Steinsaltz, 256 páginas, para conhecer melhor e entender os personagens da Bíblia Hebraica, o que propiciará aos leitores uma visão mais abrangente de todo o saber bíblico.

Ecos do Sinai      Figuras da Bíblia

 

É isso. Boas leituras e bom ano de estudos para todos!

Jairo Fridlin

Comentário