fbpx
Estudos Bíblicos

A Construção do Segundo Templo

A Construção do Segundo Templo

Após a declaração de Ciro conclamando Israel a retornar e reconstruir a Casa de Deus em Jerusalém, os judeus imediatamente começaram a retornar da Babilônia para a Terra Santa


Embora em números relativamente baixos, pouco mais de 42.000 judeus compareceram, chefiados por Zerubavel e pelo sumo sacerdote Iehoshúa ben Iehotsadác, juntamente com três profetas: Chagai, Zacarias e Malaquias. Mesmo antes de terminarem de reconstruir suas próprias casas e cidades, alguns deles viajaram para Jerusalém e começaram a reconstruir o Templo Sagrado de suas ruínas.

A primeira coisa que fizeram foi reconstruir o Altar de Pedra, para que pudessem começar a oferecer sacrifícios o mais rápido possível. Os repatriados também encomendaram madeira de cedro do Líbano. A lenha foi entregue por homens de Tiro, que, em troca, receberam trigo, azeite e vinho (Ezrá 3:7). O novo Altar foi construído 52 anos após a destruição do Primeiro Templo e reinaugurado no primeiro Rosh Hashaná (Ano novo judaico) após o retorno dos primeiros judeus da Babilônia a Jerusalém. Foi nesse dia que eles renovaram as ofertas de sacrifícios sobre o recém-reconstruído Altar. Mesmo após a retomada desse Serviço Divino, o próprio Templo ainda permaneceu em ruínas por mais 18 anos, devido às palavras de ódio enviadas aos reis persas pelas nações vizinhas. O Talmud (TB Zevachim 62a) ensina: “A oferta de sacrifícios é permitida, mesmo se não houver Templo.”

 


O Templo Sagrado de Jerusalém

Trecho extraído da obra O Templo Sagrado de Jerusalém, recém-publicada pela Editora Sêfer.

Luxuoso livro de 464 páginas, formato 21×28 cm, colorido, que oferece ao leitor um vislumbre magnífico da glória e esplendor do Templo Sagrado. Por meio de centenas de interpretações artísticas detalhadas, criadas por alguns dos mais habilidosos artistas de Israel, o Santuário e o serviço sacerdotal ganham vida, e o leitor poderá começar a entender a beleza do Serviço Divino realizado no Templo Sagrado durante as festas e ao longo de todo o ano.

 

Comentário